Gestão por Contexto: diferenciação e desejabilidade

line break Eduardo Carmello



“A Liberdade com Responsabilidade sinaliza aos funcionários que confiamos que eles farão a coisa certa, e isso, por sua vez, os incentiva a serem responsáveis.” Reed Hastings, CEO da Netflix

A Gestão por Contexto é um modelo de gestão que se concentra em fornecer às equipes um contexto claro e detalhado sobre a estratégia, princípios e capacidades para ajudá-las a tomar decisões alinhadas e agir de forma autônoma, sempre gerando valor para os clientes e para a Organização.

A Liderança é preparada para fornecer direção e incentivo para os membros da equipe, ajudando-os a tomar decisões estratégicas em contextos de complexidade e incerteza.

É uma abordagem mais flexível, colaborativa e efetiva onde os talentos aplicam sua inteligência, tempo e engajamento na geração de oportunidades e resolução de problemas nos momentos críticos de geração de Valor.

Com a aplicação da Gestão por Contexto os funcionários conseguem pensar e agir de forma inovadora, impactando ao mesmo tempo o relacionamento positivo com os clientes e os OKR’s da Organização.

A Gestão por Contexto é uma superação eficaz do modelo “Comando e Controle”, que é uma abordagem mais rígida e hierárquica, em que a liderança dá ordens e espera que elas sejam cumpridas sem questionamentos e sem oportunidades de trazer dinheiro novo para a Organização através da Inovação e da leitura certeira das necessidades do mercado e dos clientes.

Alguns exemplos altamente eficazes de Gestão por Contexto:
 

  1. Netflix: A cultura de trabalho da Netflix é um exemplo de Gestão por Contexto. A empresa fornece aos seus funcionários diretrizes claras sobre o que é esperado deles, mas também os encoraja a tomar decisões com base no contexto em que estão trabalhando. Os funcionários têm liberdade para tomar decisões importantes, como a escolha de quais projetos estratégicos trabalhar e como organizá-los, desde que essas decisões estejam alinhadas aos objetivos estratégicos da empresa.
     
  2. W.L. Gore & Associates: Esta empresa é conhecida por sua abordagem de Gestão por Contexto, onde os funcionários têm autonomia estratégica para tomar decisões importantes sem a necessidade de inúmeras aprovações hierárquicas. A empresa também incentiva a inovação e e a aprendizagem contínua, dando aos funcionários a liberdade de trabalhar em projetos que consideram interessantes e importantes para o crescimento da Cia.
     
  3. Zappos: A cultura de trabalho da Zappos é baseada na ideia de que o engajamento dos funcionários é fundamental para o sucesso da empresa. A liderança da Zappos entende que o contexto em que os funcionários trabalham tem um impacto direto em seu propósito e performance e, por isso, a empresa tem responsabilidade direta na criação de uma Cultura e um ambiente de trabalho com Confiança, Colaboração e Inovação.

“A Gestão por Contexto é uma abordagem mais flexível e competitiva para lidar com complexidades e incertezas, pois reconhece que o ambiente em que uma Organização opera está sempre mudando e que as soluções que funcionam em um momento podem não funcionar em outro”. Eduardo Carmello  

As principais diferenças entre a gestão comando e controle e a gestão por contexto

Existem diferenças marcantes entre os modelos. Você reconhece sua Organização atuando com mais ênfase no comando e controle ou na gestão por contexto?

Flexibilidade vs rigidez: A gestão por contexto é um modelo mais flexível, adaptativo e ágil, enquanto a gestão comando e controle é um modelo mais rígido e estruturado, que nem sempre tem disposição para melhorar e atualizar regras e regulamentos.

Autonomia vs autoridade: A gestão por contexto oferece mais autonomia estratégica aos funcionários, permitindo que tomem decisões e experimentem novas ideias, enquanto a gestão comando e controle é baseada na autoridade, onde as decisões são tomadas por um grupo pequeno de líderes, não sendo possível serem alteradas, mesmo se forem disfuncionais para os clientes e mercado.

Inovação vs estabilidade: A gestão por contexto incentiva a inovação e a criatividade, permitindo que a empresa se adapte rapidamente às mudanças, enquanto a gestão comando e controle é projetada para manter a estabilidade e a obediência improdutiva.

Comunicação aberta vs comunicação restrita: A gestão por contexto valoriza a comunicação aberta, a segurança psicológica e a colaboração entre os membros da equipe, enquanto a gestão comando e controle tem uma comunicação mais restrita, muitas vezes limitada aos líderes da organização, com pouco espaço para feedbacks para os mesmos.

Resultados vs regulamentos fixos: A gestão por contexto enfatiza a obtenção de resultados, permitindo que a empresa se adapte e se ajuste rapidamente para alcançar seus objetivos, enquanto a gestão comando e controle enfatiza políticas que não se atualizam, garantindo que as tarefas sejam executadas de acordo com as regras e regulamentos estabelecidos.

Um líder que trabalha com gestão por contexto deve possuir habilidades específicas para poder gerenciar efetivamente uma organização adaptável e ágil.

As habilidades integradas e coesas que diferenciam um líder gerencia por contexto:

1 Pensamento estratégico: Um líder que trabalha com gestão por contexto deve ter a habilidade de analisar o ambiente interno e externo da empresa e desenvolver estratégias flexíveis e adaptáveis que possam ser ajustadas de acordo com as mudanças no contexto.

2 Comunicação abrangente e intensa: É importante que um líder que trabalha com gestão por contexto possua habilidades de comunicação eficazes para poder transmitir claramente a visão e objetivos da empresa e garantir que todos os membros da equipe estejam alinhados e comprometidos.

3 Resiliência Estratégica: A capacidade de se antecipar e se adaptar rapidamente às mudanças é essencial em uma gestão por contexto. Um líder que capacite a equipe para se fortalecer e crescer enquanto produz valor. Que não controle o caos, que empreenda no caos.

4 Habilidade de delegação para gerar autonomia estratégica: Um líder que trabalha com gestão por contexto deve ser capaz de delegar tarefas de maneira eficaz e confiar na equipe para tomar decisões e implementar soluções de forma autônoma.

5 Criatividade e inovação: A gestão por contexto requer uma cultura de inovação e experimentação, e um líder que possua habilidades criativas e inovadoras pode incentivar a equipe a encontrar novas soluções e experimentar novas ideias. Saber implementar inovação na agenda semanal da equipe é um grande diferencial.

6 Pensamento crítico: A habilidade de analisar informações e tomar decisões baseadas em dados é crucial em uma gestão por contexto, e um líder que possua habilidades de pensamento crítico pode tomar decisões informadas de maneira ágil.

“Ao adotar a Gestão por Contexto, as Organizações fortalecem a densidade de Talentos, a autonomia estratégica e a Cultura de Inovação, fortalecendo a alta capacidade para responder de maneira eficaz às necessidades de seus clientes e às mudanças e desafios da Nova Economia Digital.” Eduardo Carmello

Contrate a palestra presencial ou on-line: https://www.entheusiasmos.com.br/palestras/




Comentários


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *