Aprendizes do Futuro: como incorporar conhecimento e transformar realidades

line break Eduardo Carmello



Quais os desafios da Educação para 2025? O que nossos jovens alunos de 10 a 15 anos hoje devem saber fazer para garantir sua inclusão social e econômica daqui há 10 anos? O que terão aprendido de valor? Que tipo de saberes precisamos construir para criar a sua própria sustentabilidade e a de sua família?

Para suportar as intensas mudanças nos próximos 10 anos é necessário criar estratégias de capacitação onde a atenção esteja focada não no ensinar, mas no fomento da aprendizagem autodirigida que modifica o desempenho e transforma realidades.

Num futuro próximo, educadores e gestores precisam saber criar situações e ambientes em que os aprendizes possam ser originais e sintam um alto nível de gratificação pessoal (sucesso psicológico, afirmação, sensação de ser eficaz) e profissional. Mais do que transmitir conteúdos ou construir exames, precisam ajudar os aprendizes a desenvolver seus talentos e saber empreender, pois estas serão atividades educacionais fundamentais para que o mesmo saiba agir e criar “seu próprio mundo” sustentável.

Aprendizes do Futuro são crianças, adolescentes e adultos que se sentem incomodados, angustiados e frustrados por receber um conjunto muito grande de informações irrelevantes, desinteressantes, que não acrescentam em nada na conquista de seus objetivos ou nos desafios reais que a vida lhe proporciona.

Acabam criando, sozinhos ou em grupos, estratégias de aprendizagem bastante eficazes que garantam adquirir, incorporar e manifestar conhecimentos relevantes, mantendo-os atualizados e melhor preparados para lidar com as exigências da vida, agora e no Futuro.

Aprendizes do Futuro compreendem que aprender é modificar-se. Os desafios reais da vida oferecem grandes oportunidades para que eles se desenvolvam e aprendam a transformar conhecimento em riqueza econômica e social. Perceberam sozinhos que isso não se faz somente com saber declaratório (aquisição e memorização de dados, eventos e fatos). Acontece com saber procedural (aquisição de habilidades motoras, sensitivas e intelectuais que o levem a agir eficaz e corretamente).

Percebemos que esses sujeitos vão aprendendo rápida e consistentemente à medida que fazem tarefas com alto interesse e com objetivos que compreenderam como importantes para o seu desenvolvimento e ou para a realização de um projeto de sua necessidade ou desejo.