Liderança Ambidestra

line break Eduardo Carmello



Para se diferenciar em ambientes de complexidade e incerteza, líderes precisam criar uma perfeita equalização entre aperfeiçoar os produtos existentes e explorar e dar velocidade aos projetos de inovação. Durante a pandemia, algumas organizações focaram excessivamente nos projetos de desempenho e esqueceram completamente de inovar, transferindo esses recursos para ajudar na manutenção do caixa. Outras estão focadas em inovação, mas esquecem de fazer o trabalho de aperfeiçoamento de seus produtos e entregas, deixando seus clientes descontentes com o atendimento e qualidade dos produtos e serviços já existentes.

Como sua liderança equilibra projetos de performance e de inovação? Quanto tempo na semana você utiliza para performar e quanto para inovar? Você sente que gasta muito tempo com burocracias, desalinhamento e disputa de poder que poderiam ser utilizados para desenvolver inovação?

É fundamental ter a maestria para direcionar energia tanto para o aperfeiçoamento dos produtos já existentes quanto para a exploração da inovação, de novas oportunidades para gerar propostas singulares de valor. Como diz F. Scott Fitzgerald, “O teste para uma inteligência excelente é a capacidade de manter duas ideias opostas na mente ao mesmo tempo e ainda preservar a capacidade de agir”.

Inovação é o centro de toda transformação estratégica. E muitas vezes ela não é catalisada e expandida nas organizações pelo fato do modelo de liderança ser centralizador, feudal e altamente burocrático. Muitos líderes brasileiros gastam por volta de 70% do seu tempo com apagar de incêndio, retrabalho, burocracia, sistemas ruins e processos ineficientes, sufocando as iniciativas de inovação.

A liderança ambidestra cria uma estratégica muito bem equalizada entre aperfeiçoamento de projetos existentes e exploração de novas oportunidades, cuidando para que as equipes ganhem capacidade de inovação e realização em ambientes de mudança. O desafio estratégico é fazer um ótimo design organizacional e eliminar todo desperdício burocrático, intelectual ou mesmo emocional, utilizando o tempo e a inteligência dos profissionais para que eles possam desenvolver inovações incrementais, radicais e disruptivas.








Conheça também nosso curso on-line