Surfar a onda

line break Eduardo Carmello



Quando as mudanças acontecem e você precisa fazer algo a respeito, já está atrasado. Você não gerencia as mudanças, e sim suas consequências. 

A maioria de nós, na maioria das vezes, apenas reagimos para nos adaptarmos às consequências de algo que aconteceu antes. Talvez esse seja o problema. Tomar o tapa e só depois tentar desviar-se dele. Passivos ou desatentos, só nos resta a cara de susto ou a ofensa automática do “como você pode fazer isso comigo”!!! Peter Drucker disse que “não se pode gerenciar mudanças, apenas estar à sua frente”. 

E como estar à frente? 

Por incrível que pareça, a chave é estar conectado no presente, concentrado, sem interferências egóicas que limitam a conexão do que “há dentro” com o que “há fora”. Ouvir a banda tocando e, ao mesmo tempo, ouvir o seu canto, ou o seu instrumento. Estar afinado! Timbrando perfeitamente.
Não é fácil ser afinado, é preciso muita prática. 

E, através dela, vocês se habilita a ler sinais “finos” de acontecimento. Com mais treinamento, engajamento e disciplina, consegue a sensibilidade para ver/ouvir/sentir, e interferir antes que a Mudança aconteça. 
Aprende a farejar constantemente os pequenos sinais das novas interações e composições. 

Começa a decifrar caos e desordem, fica disponível e vibrante para brincar com dados aparentemente diferentes, anotar palavras e imagens que aparecem displicentemente na sua frente por duas, três ou quatro vezes na semana. Transforma dados desconexos em informações preciosas. 
Daí, não se assusta mais com o Tapa, com a Onda, com a Mudança. 

Pois está atento, conhece o movimento original, e sabe como antecipá-lo. 
Surfa no prazer da sua sensibilidade e proatividade, porque não apanha mais da natureza. E, se apanha, sorri, pois entende que é somente um sinal de descuido e desatenção de sua parte. Acha graça disso, em vez de se ofender e se perguntar como alguém fez isso com você! 

Surfa a Onda, integra a Onda, torna-se a Onda. Não apenas gerencia, antecipa, aprende e transforma-se.
Eduardo Carmello
#mudança #transformação #resiliencia #eduardocarmello




Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *